Arquivos do Blog

..:: Grey’s Anatomy 7×03/04/05 ::..

Comentários: 7×03/04/05

Aos poucos a vida em Seatle Grace vai voltando ao normal. Todos a sua maneira parecem ter encontrado uma forma de superar ou lidar da melhor maneira possível com a tragédia que houve no hospital. Todos com exceção da Cristina, enquanto vemos os demais médicos seguindo com suas vidas, ela continua naquela mesma situação de apatia, aparentemente indiferente ao que acontece ao seu redor.

Como eu disse numa review anterior é importante Grey’s mostrar como cada um ficou afetado depois do massacre mas essa recuperação a passos de tartaruga de Cristina meio que já está cansando. Acho que já está na hora dela dar um passo significante em direção de uma melhora, em alguns momentos até deu a impressão de que ela estava superando mas no episódio seguinte parece que voltamos a estaca zero novamente. É obvio que não dá pra se livrar de um trauma de uma hora pra outra mas quero ter a velha Cristina de volta, demonstrando toda aquela sua paixão pela profissão.

O episódio 7×05 mostrou um momento de crescimento profissional para os nossos queridos médicos. Deu um orgulho enorme ver a Meredith e o Karev realizando suas primeiras cirurgias sozinhos.

Enquanto isso no hospital rolava uma disputa entre os atendentes veteranos valendo 1 milhão de dólares. Mark, Callie, Arizona, Owen, Derek e Bailey tiveram que apresentar bons argumentos para tentar convencer o Chief de investir o 1 milhão de dólares em seus respectivos departamentos. Owen foi muito bem no seu discurso e ainda usou o que aconteceu com o Dr. Percy pra firmar sua proposta; Mark por sua vez queria que o dinheiro fosse investido num centro de tratamento a queimados; Callie que tentou “sabotar” os companheiros na disputa de atrapalhou toda na hora e só falou de sua vida pessoal com Arizona e Arizona queria o dinheiro pra ajudar seus pequeninhos; Bailey foi bem enfática e disse que 1 milhão não mudaria nada, compraria coisas que estão faltando. E por fim o discurso que tinha toda pinta de ser o escolhido pelo Chief: Derek explica que quer o investimento para achar a cura do Alzheimer e revela o medo de que Meredith tenha herdado os genes dessa doença da mãe. Mas o grande vencedor foi Owen que realmente tinha sido bem convincente.

E no fim do episódio uma situação pra deixar os fãs da Meredith com o coração na mão, perguntando pro Derek onde estavam suas chaves sendo que estavam na mão dela.

Espero que não criem esse drama de Alzheimer para a Meredith.

 

 

..:: Grey’s Anatomy 7×02 ::..

Comentários : [7×02]

Como não poderia deixar de ser os acontecimentos da eletrizante Season Finale passada ainda repercute nos episódios iniciais desta temporada e assim como na premiere, o 2º episódio também girou em torno do trauma causado por aquele dia.
Que Cristina Yang sempre rouba a cena não é novidade pra ninguém e sem duvida alguma mais uma vez Sandra Oh deu um show de interpretação, Cristina foi a dona absoluta deste episódio.

Passado todo envolvimento com os preparativos de casamento, só agora parece estar caindo a ficha de Cristina. Durante 6 temporadas só conhecemos um lado da Cristina, a mulher forte, determinada que é capaz de qualquer coisa pra conseguir estar no meio de uma cirurgia. Agora é meio chocante de ver aquela Cristina que conhecemos assim abalada e tão fragilizada. A cena em que ela se joga no chão na SO totalmente impotente e paralisada com certeza é uma das mais marcantes da série toda.
Mesmo não sendo a maior fã da Meredith reconheço que ela tem tido ótimos momentos. A amizade dela com a Cristina é uma coisa linda na série e um porto seguro para as duas. Finalmente Meredith abriu o jogo com Derek sobre a gravidez e o aborto que sofreu e esse é passo importante pra começar a curar suas cicatrizes. E enfim ela conseguiu a liberação do Dr. Perkins para voltar a operar.
Lexie é uma personagem incrível que tem ganhado merecidamente um importante destaque no decorrer das temporadas de GA. Além do trauma, ela teve que lidar com os olhares curiosos depois daquele surto e lidar com a superproteção em especial a do Mark.
Por mais que eu torça pra Mark e Lexie se acertarem gostei da conversa que eles tiveram e de como ela expos o que estava sentindo, talvez esse seja o momento só dela sozinha. Mas deu dózinha da carinha do Mark ouvindo tudo aquilo bem quando ela a pediria em casamento.
Infelizmente Callie e Arizona se encontram bem apagadas na série, a participação no episódio se limitou a que cor pintariam a parede e devo concordar com a Callie que tudo era bege pra mim também.
O caso do time atingido por um raio nada mais foi do que passar a mensagem de que tudo na vida pode mudar de uma hora pra outra assim como foi com o massacre. A questão é de que forma encaramos as mudanças.
Acho válido Grey’s explorar as feridas de cada um neste inicio de temporada mas torço que não se prenda a isso por muito tempo.

 

..:: Greys Anatomy 7×01 ::..

E a queridinha Nº 1 dentre as séries médicas finalmente está de volta! Depois daquela traumática Season Finale passada, a premiere de Grey’s Anatomy nos mostrou as consequências do evento trágico na vida dos nossos médicos e foi interessante ver a reação pos trauma de cada um deles.
O novo personagem Dr. Perkins interpretado por James Tupper é o médico responsável por tentar ajudar todos os envolvidos naquele fatídico dia. Ele tem a função de liberar ou não os médicos para voltarem a operar.
Derek pareceu ser um dos mais afetados, pelo menos as ações dele demonstraram mais isso. Pessoalmente eu não gostei da maneira que o Derek reagiu ( com exceção do momento em que ele abriu mão do cargo de chefe), ele preso a toda hora feito um adolescente rebelde incomodou um pouco , a vida é curta mas também não precisa agir feito um idiota. Porém deu pra redimir de toda essa estupidez quando vimos o quão ele se sente culpado por todo o massacre daquele dia.
Alex voltou a mostrar sua face imatura ao dar as costas para Lexie num momento de crise, genial a cena que a little Grey acaba com Alex jogando umas verdades da cara dele. Apesar de gostar e muito do personagem, já passou da hora do Karev crescer.
Postura de homem apaixonado teve o Mark que se mostrou todo o tempo preocupado com o bem estar da Lexie. E assim o triangulo Lexie-Mark e Alex criado na temporada passada já está caminhando pra um desfecho.
Se por um lado Meredith está desesperada pra conseguir a liberação para voltar a operar, o mesmo não se pode dizer da Cristina. Ela parece estar conformada com a situação e só está interessada nos preparativos de seu impulsivo casamento. A experiência mudou Cristina de uma forma que agora tudo que ela quer é ser uma garota simples pois não se coloca uma arma na cabeça de uma garota simples. Fico imaginado quando Cristina e Owen vão cair em si e ver se esse casamento as pressas foi a melhor solução.
Bailey dispensou Ben que estava jogando golfe no dia da tragédia alegando que no momento ele é demais pra ela, que no momento ela está ocupando juntando e colando pedaços dela (Chandra Wilson mais uma vez arrasando no episódio). Poxa, Ben aceitou fácil demais, poderia ter insistido com Bailey para estar junto dela e ajudá-la a superar esse momento. TALVEZ era isso que ela queria ouvir, que ele estava ali pra ela, que ela podia contar com ele pra não passar por aquilo sozinha. Não sei, Bailey não deveria enfrentar tudo sozinha.
Cada flashback trazia a tona toda a lembrança dolorida que ainda permanece, a experiência evidentemente os mudou e nunca mais serão os mesmos e nem vão encarar a vida do mesmo jeito . Pra encerrar deixo a linda citação do final do episódio:
“(…) O modo como as pessoas tentam não mudar que não é natural. Como queremos que as coisas voltem, em vez de as aceitarmos. Como nos prendemos a velhas memórias, em vez de criarmos novas. O modo como insistimos em acreditar, apesar de todas as provas contrárias de que algo nessa vida é permanente. A mudança é constante. Como experimentamos a mudança depende de nós. Pode parecer a morte, ou uma segunda chance. Se relaxarmos os dedos, nos desapegar, formos em frente…..pode ser adrenalina pura. Como se a qualquer momento tivéssemos uma nova chance. Como se a qualquer momento pudéssemos nascer de novo”

..:: Grey’s Anatomy [s06x23 / 24] ::..

Cometário: s06x23 / s06x24

Que Season Finale excepcional foi essa de Grey’s Anatomy. Nem sei por onde começar a descrever, Shonda Rhimes proporcionou uma das melhores SF que há vi e olha que não foram poucas.
Foram 90 minutos de pura tensão onde não conseguia desgrudar os olhos da tela e por muitos momentos me pegava segurando a respiração. A temporada pode não ter sido das melhores mas soube encerrar de uma forma brilhante.
O Hospital Seattle Grace virou cenário de uma situação digna de um filme de suspense/terror, ninguém estava a salvo, ninguém sabia o que esperar a seguir e o pânico tomava conta de cada minuto do episódio.
Gary Clark é um homem desesperado, inconformado pela perda da mulher e busca vingança contra aqueles que na cabeça dele mataram sua esposa. A principio imaginamos que seu único alvo é Derek que decidiu que os aparelhos dela deveriam ser desligados mas depois vemos que Lexie que foi quem desligou os aparelhos e o Chief Webber também são alvos.
Porém no desenrolar da história Clark atirava em qualquer pessoa que atravessava o seu caminho e assim se iniciava uma sequência de tirar o fôlego. Por mais que a gente não gostava da Reed não tem como ficar indiferente a morte dela, Karev baleado e se arrastando até o elevador, April tropeçando no corpo da amiga e em estado de choque contando pro Derek que tinha um atirador no hospital foi só uma pequena amostra do que ainda estava por vir.
É difícil destacar qual o melhor momento e qual a melhor atuação porque todos deram um show.
Nunca fui uma grande fã da Meredith mas não tem como não reconhecer que Ellen Pompeo se superou e mostrou a sua melhor atuação em toda a série. Ela que no inicio do episódio estava toda feliz com a descoberta da gravidez, presenciou o marido ser baleado, implorou pra ser morta no lugar dele, por alguns segundos o viu “morrer”. Tanta pressão acabou fazendo com que ela abortasse e pos fim ao tão esperado Mcbaby.
Cristina se destaca em qualquer tipo de cena e não seria diferente nessa situação. Fiquei paralisada na cena em que ela continua operando o Derek mesmo com o Sr. Clark a mandando parar e apontando uma arma pra sua cabeça. A vida do marido de sua melhor amiga estava em suas mãos e pela 1ª vez fazendo sozinha uma cirurgia daquele porte E nem sob ameaças e nem depois que o Owen é baleado na sua frente ela pára. Mulher Fantástica!
E o que falar da Bailey??? Que maravilhosa de atuação que ela deu. O desespero dela ao se dar conta de que os elevadores estão desligados foi de arrepiar e como foi comovente os momentos finais da vida do Percy.
Por fim o Sr. Clarck acaba se matando depois de uma conversa com o Chief Webber.
No meio de tanta desgraça teve um momento feliz que foi Callie e Arizona fazendo as pazes.


..:: Grey’s Anatomy [s06x22] ::..

Cometário: s06x22

Simplesmente fantástico o episódio que antecedeu a Season Finale de Grey’s Anatomy.
Amizade, romance, triângulos amorosos foram alguns dos ingredientes explorados nesse episódio.
Vou começar falando de um triângulo amoroso que já está irritando todo mundo: Owen, Teddy e Cristina. Esta indecisão do Owen sobre seus sentimentos é uma história que já está cansando e percebo que não só eu mas um monte de gente está nutrindo um ódio mortal por ele. Definitivamente ele não é o homem certo pra Cristina e com certeza a Teddy merece alguém melhor. Meu desejo pro Owen é que ele suma de Seatle Grace.
Foi ótimo ver a Meredith confrontando o Owen pra defender a amiga. A amizade entre elas sempre foi muito forte e o final do epi foi lindo com a Meredith dizendo que ela teria um quarto.
Já o outro triangulo da série formado por Lexie, Alex e Mark está bem longe de ser irritante, pelo contrário, está deixando boa parte do público dividido pois não queremos ver nenhum dos três envolvidos sofrer.
Logo que Lexie e Mark se separaram eu achei super nada a ver ela se relacionar tão rápido assim com Alex e achava absurda a idéia dos dois juntos mas aos poucos os dois foram me cativando. Justo agora que eu estava me acostumando com Alex e Lexie juntos e os dois resolveram levar o namoro a sério, o Mark resolve se declarar pra Lexie e ela claramente fica balançada.
Acredito que a relação do Alex com a Lexie não tenha futuro e que o destino dela é ficar com Mark mesmo mas depois do que o Alex já sofreu com toda a situação com a Izzie eu espero que encontre alguém especial porque ele merece.
O relacionamento de Bailey e Ben está a todo vapor mas ela leva um banho de água fria ao pegar o rapaz flertando com outra. Na boa, eu no lugar da Bailey continuaria super desconfiada com a desculpa que ele deu mas torço pra que ele a faça feliz.
E o que falar daquele encontro da Callie com a Arizona no elevador? Elas não precisaram falar nada, só pelo olhar já transmitiram o amor ainda presente depois da separação. Quando Callie fala Arizona e ela se vira e dá um beijo foi uma cena e tanto. Continuo aqui minha torcida para que as duas se acertem o mais rápido, atualmente é o casal mais fofo da série.
Nos pacientes destaco a história dos dois velhinhos que se reencontram depois de 50 anos, bem tocante e outro destaque foi a participação da ídolo teen Demi Lovato interpretando uma “esquizofrênica” mas que graças ao Karev foi diagnosticada corretamente. Vale ressaltar que Demi mandou super bem no papel.
Pelas promos que estão rodando por aí, a season finale de Grey’s promete ser bem tensa. Todos todos aguardando na maior ansiedade.